fbpx

Você já parou pra pensar nas diversas mudanças profundas que a necessidade de isolamento social trouxe para a nossa sociedade como um todo e como isso mudou na forma como oferecemos o suporte digital aos idosos?

É claro que isso pode variar para cada pessoa, mas uma coisa é certa: a forma como os idosos estão aprendendo também mudou.

Se antes poderíamos achar que era muito improvável que as pessoas sêniores com +60 anos estivessem abertas a aprender através de aulas online, por causa da pandemia este cenário se inverteu.

Segundo uma pesquisa feita pela empresa Integrar Gerações com +900 pessoas, se antes da pandemia 22% dos idosos com acesso a internet já haviam participado de aulas online, depois que o isolamento social começou isso mudou para 53%.

Além disso, há a intenção de pelo menos 45% a continuar participando dos cursos online.

Isso mostra como há espaço para iniciativas sérias que queiram facilitar o processo de aprendizado do público longevo com o ambiente digital.

Com o objetivo de te trazer mais segurança para tomar a decisão certa e escolher um bom curso para seu familiar idoso, listei 4 principais qualidades que podem diferenciar uma opção mais assertiva das demais disponíveis.

Confira agora mesmo, vem ver!

Professores capacitados

professora que oferece suporte digital aos idosos

Entusiastas em tecnologias, prazer em ensinar, gera paciência e cordialidade, Experts nos aplicativos que ensinam (ex: Instagram)

Antes de tudo, os professores dos cursos para pessoas idosas devem ter prazer em ensinar.

Essa qualidade é tão importante que naturalmente gera uma maior paciência e cordialidade durante todo o processo de aprendizado.

Isso é ótimo pois torna o curso mais alegre, leve e divertido, além de encorajar as pessoas 60+ a quererem aceitar mais de seu suporte digital aos idosos.

É claro que os mentores devem ser entusiastas por tecnologias e especializados nas ferramentas que irão ensinar, até para saberem responder as dúvidas com autoridade e segurança.

Para verificar o quanto capacitados são os professores, busque contatar alunos dos cursos e colete seus depoimentos.

Dessa forma, você saberá se os professores e o curso como um todo são assertivos de fato.

Aproveito também para te convidar a conhecer esses outros conteúdos que podem ser úteis para entender como funciona na prática um curso especializado em ensinar idosos sobre tecnologias básicas do dia a dia:

Transmissões ao vivo das aulas

A segunda característica que indico que um curso online focado em ensinar tecnologias para idosos tenha é a transmissão ao vivo das aulas.

Quando os alunos tem a interação com os professores através de videochamadas ao vivo, a interação fica muito mais fácil e humanizada, gerando um clima de leveza e diversão durante todo o aprendizado.

Uma dúvida recorrente dos familiares mais jovens é:

Se o idoso já tem dificuldade em usar as tecnologias, como ele vai conseguir entrar na videochamada?

Para solucionar isso, a empresa de cursos deve escolher uma ferramenta que seja de fácil acesso, que permita que os alunos entrem na sala privada apenas com um clique no link oficial.

Metodologia consistente

O terceiro ponto é que a metodologia de ensino precisa ter profundidade e consistência.

Para isso, é necessário que a empresa que oferta os cursos tenha uma equipe com pessoas com conhecimento científico sobre como funciona o processo de aprendizado das pessoas idosas.

Dessa forma, todos os conteúdos disponibilizados durante as aulas e os materiais complementares tendem a funcionar com maior assertividade.

Nós da Broder Online temos a honra de contar com colaboradores que tem ampla experiência na UFPR Maturidade, braço acadêmico da Universidade Federal do Paraná focada em estudar e apoiar a qualidade de vida do público idoso.

 

banner dicas de instagram no celular para idosos

Cursos focados em aplicativos específicos

É super interessante que cada curso disponível seja focado em abordar e ensinar com profundidade sobre ferramentas específicas, oferecendo assim um suporte digital aos idosos de forma mais consistente.

Isso ajuda muito a pessoa idosa antecipar dúvidas futuras e poder acessar os materiais complementares com maior precisão quando quiser realizar alguma consulta posterior.

Além disso, fica mais motivar o familiar idoso a aprender um aplicativo se ele ou ela já tem claro quais serão os benefícios.

Por exemplo, se o idoso tem dificuldade em fazer videochamadas com os familiares, que tal participar de um curso focado em Google Meet?

Possibilidade de aulas com um grupo afetivo

Talvez essa não seja bem uma qualidade, mas com certeza é um diferencial para oferecer um suporte digital aos idosos.

É interessante também que você saiba que existem cursos disponíveis que possibilitam a participação dos alunos em grupos.

E mais do que isso, turmas com pessoas que tenham laços afetivos, seja amigos ou amigas próximos e até familiares.

Isso ajuda a encorajar a decisão de ampliar a autonomia no uso de tecnologias, além dos idosos se sentiram mais confortáveis em participar do curso e terem um ambiente mais divertido durante as aulas.

Por isso, verifique se os cursos disponíveis oferecem este formato.

Espero ter te ajudado a entender sobre algumas das principais qualidades e diferenciais dos cursos focados para idosos durante o seu processo de decisão.

Até a próxima!

Veja também esses conteúdos sobre os cursos de tecnologias para idosos da Broder Online:

Menu